Compartilhe

Silva EJNL, Lima CO, Vieira VTL, Antunes HS, Moreira EJL, Versiani MA.

Eur Endod J 2020; 3: 231-5

http://DOI 10.14744/eej.2020.16878

Os instrumentos mecanizados de NiTi são submetidos a dois tipos de estresse mecânicos durante o preparo dos canais radiculares, os quais podem levar a fratura: a fadiga cíclica e/ou torcional. A fadiga cíclica ocorre quando o instrumento encontra-se em uma curvatura e, no seu ponto máximo de flexão, ocorre movimentos repetitivos de tração e compressão, podendo ocasionar a fratura do instrumento. A fadiga torcional ocorre quando a ponta do instrumento se prende nas paredes dentinárias e este permenece sua rotação, levando a deformação e/ou a fratura. Este tipo de fratura pode ocorrer em canais curvos ou retos, sendo mais comum em canais atresiados.

Para o preparo seguro e eficiente dos canais radiculares é fundamental que o clínico saiba selecionar o instrumento de acordo com a anatomia de cada dente. Por isso, o conhecimento das propriedades mecânicas destes instrumentos torna-se fundamental na clínica endodôntica.
Este trabalho teve o objetivo de avaliar a resistência a fadiga cíclica e torcional de 4 instrumentos reciprocantes confeccionados com diferentes tratamentos térmicos: Reciproc Blue 25.08 (VDW), WaveOne Gold 25.07 (Dentsply), X1 Blue File 25.06 (MK Life) e Prodesign R 25.06 (Easy Equipamentos Odontológicos). O teste de fadiga cíclica foi realizado em um canal simulado com curvatura de 80° e 3 mm de raio, registrando o tempo para a fratura. A fadiga torcional foi realizada com o objetivo de mensurar o torque e a deflexão angular necessária para a fratura dos 3 mm iniciais da ponta dos instrumentos. Estas metodologias empregadas são congradas e empregadas em diversos periódicos já publicados em revistas de alto impacto.

O resultado de fadiga cíclica demonstrou que os instrumentos X1 Blue File 25.06 e Prodesign R 25.06 apresentaram maior resistência a fadiga cíclica em comparação ao Reciproc Blue 25.08 e WaveOne Gold 25.07. Não houve diferença significante entre X1 Blue File e Prodesign R. O instrumento WaveOne Gold apresentou significantemente menor resistência a fadiga cíclica em comparação aos demais instrumentos. Em relação ao teste de fadiga torcional, o instrumento Prodesign R 25.06 apresentou menor torque e deflexão angular para a fratura em comparação aos demais instrumentos. Não houve diferença significante entre Reciproc Blue, X1 Blue File e WaveOne Gold.

As diferentes propriedades mecânicas apresentadas nos resultados são justificadas por suas diferentes secções transversais, tratamentos térmicos e núcleo metálico dos instrumentos. Sendo assim, estes instrumentos irão se comportar de forma diferentes de acordo com a anatomia dental, cabendo ao clínico a adequada seleção.

Baseado no resultados deste estudo, podemos hipotetizar que os instrumentos X1 Blue File, Reciproc Blue e Prodesign R apresentem maior segurança e menor risco de fratura em canais com curvaturas mais acentuadas em comparação com o instrumento WaveOne Gold. Por outro lado, em canais com anatomias mais constrictas, os instrumentos WaveOne Gold, X1Blue File e Reciproc Blue poderiam proporcionar menor risco de fratura em comparação ao instrumento Prodesign R, pois apresentam melhores propriedades torcionais.

Se desejar baixar o PDF do Artigo, clique aqui ou leia o artigo abaixo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.